Vereador irá propor CEI para investigar série de irregularidades na SMT

Elias Vaz e Jorge Kajuru receberam das mãos do próprio secretário documentos que provariam práticas ilícitas na pasta

Vereadores Jorge Kajuru e Elias Vaz | Fotos: Fernando Leite

O vereador Elias Vaz (PSB) informou nesta sexta-feira (3/2) que já está preparando para a semana que vem um pedido para instalação de uma Comissão Especial de Investigação (CEI) que irá apurar supostas práticas ilícitas na Secretaria Municipal de Trânsito (SMT) da Prefeitura de Goiânia.

A denúncia foi feita pelo próprio secretário Felisberto Tavares, que entregou documentos que indicam irregularidades nos setores de Engenharia, Fiscalização, Administração e de Finanças da pasta. O pedido do titular foi encaminhado aos vereadores Elias Vaz, Jorge Kajuru (PRP) e Dra. Cristina (PSDB).

Em entrevista ao Jornal Opção, o pessebista relatou ter ficado estarrecido com as denúncias, que envolvem até a utilização indevida quanto ao repasse das multas e o desaparecimento de radares móveis.

“É um calhamaço que foi entregue e eu ainda preciso estudar. É muita coisa, mas é fato que precisamos passar a limpo os contratos e práticas adotadas pela SMT. Não foi qualquer pessoa que fez a denúncia, foi o próprio secretário”, afirma.

O assunto já havia sido pauta na última quarta-feira (1º), no retorno dos trabalhos legislativos na Casa de leis, quando vereadores relataram problemas de sucateamento na pasta.

Segundo Elias Vaz (PSB), Felisberto Tavares não citou o nome de nenhum ex-titular da secretaria ou deu indícios da data ou gestão em que as irregularidades teriam iniciado. Vale lembrar que o presidente da Câmara de Goiânia, o vereador Andrey Azeredo (PMDB), presidiu a SMT durante a gestão do prefeito Paulo Garcia (PT). Até o momento, entretanto, ele não se pronunciou sobre o assunto.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.