Vereador diz que avisou Alexandre Magalhães em maio sobre desvios no Mutirama

Welington Peixoto (PMDB) afirmou que, após denúncia anônima, alertou o presidente da Agetul sobre corrupção

Weligton Peixoto e Alexandre Magalhães | Foto: Câmara e Jornal Opção

O Ministério Público de Goiás (MP-GO), na fase final das investigações da Operação Multigrana, ouviu seis vereadores: Welington Peixoto (PMDB), Vinícius Cirqueira (Pros), Jair Diamantino (PSDC), Kleybe Morais (PSDC), Anderson Sales (PSDC) e Zander Fábio (PEN).

Entrevistado pelo Jornal Opção, Peixoto disse que foi questionado se alertou Alexandre Magalhães, presidente da Agência Municipal de Turismo, Eventos e Lazer de Goiânia (Agetul), sobre as fraudes na venda de bilhetes do parque.

Segundo o vereador, em fevereiro ou em março, ele encontrou-se com o presidente para alertar sobre os desvios. “Recebi uma ligação anônima e informei o Alexandre. Disse que acreditava que a fraude estava acontecendo”, disse.

Welington Peixoto disse ainda que foi interrogado por que seu pai Sebastião Peixoto era ex-presidente da Agetul. “Fui chamado pelo vínculo, não me questionaram nada sobre a fraude. Fui questionado se tinha envolvimento com as pessoas presas”, finalizou.

Operação Multigrana

A operação, que foi batizada de Multigrana, já teve duas fases e pode ter causado um prejuízo de aproximadamente R$ 3 milhões aos cofres públicos.

As investigações indicam que a organização criminosa aproveitava-se da dificuldade de monitoramento dos valores referentes aos ingressos dos parques, pagos sempre em dinheiro nas bilheterias, e atuava de dois modos principais: caso os bilhetes já utilizados fossem descartados de forma intacta, eram reaproveitados e “vendidos” novamente.

Por outro lado, se os bilhetes fossem rasurados ou rasgados, fazia-se uma duplicação e reimpressão desse ingresso, devolvendo para o caixa, para contabilização do dinheiro a menos. Nos dois casos, os valores com a segunda venda dos ingressos ficavam com o grupo.

Estimativas iniciais apontam que a organização desviava cerca de R$ 60 mil por fim de semana de funcionamento.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.