Apenas um veículo passou por reparos 21 vezes no período de um ano e meio. Valor dos consertos chega a quase R$ 90 mil

Na manhã desta segunda-feira (5/2), o vereador Elias Vaz (PSB) apresentou denúncia de superfaturamento na manutenção da frota da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). De acordo com os dados apresentados pelo parlamentar, entre 2012 e 2016, a prefeitura pagou R$13.745.469,05 à Útil Pneus, Peças e Serviços Ltda, com sede no Setor dos Funcionários, em Goiânia.

A frota da SMS conta com 369 veículos, entre carros populares e utilitários, como caminhonetes e vans, algumas usadas como ambulâncias. No período, cada veículo gastou uma média de R$ 37.250 com reparos.

[relacionadas artigos=”116180″]

“São valores assustadores que, em muitos casos, seriam suficientes para comprar veículos novos. Esse dinheiro é do Fundo Municipal de Saúde, o mesmo dinheiro que poderia ser usado para comprar remédios e pagar prestadores de serviço, mas está indo para o ralo da corrupção”, afirma Elias Vaz.

O campeão de manutenção é o veículo modelo Renault Master ano 2010 placa OGR 0892. De março de 2015 a setembro de 2016, os supostos reparos, um total de 21 notas fiscais emitidas pela empresa, somaram quase R$90 mil.

Diante da denúncia, a Comissão Especial de Inquérito que investiga irregularidades na Saúde aprovou a convocação da gerente de transporte da SMS desde 2014, Maxilânia Clemente Costa, do ex-supervisor de transportes da Secretaria, Wilson Rodrigues, e de um dos donos da Útil Pneus Peças e Serviços Ltda para prestar depoimentos.