Vereador anuncia saída da base do prefeito Iris Rezende na Câmara

“Muitos secretários querem ser candidatos, pois que saiam do cargo”, diz Carlin Café

Foto; Fernando Leite/Jornal Opção

O vereador Carlin Café (PPS) afirmou que a partir desta quarta-feira, 29, não faz mais parte da base do prefeito Iris Rezende (MDB) na Câmara. Segundo o parlamentar, muitas determinações do prefeito não são cumpridas por falta de gestão do secretariado. “Prefiro ficar no papel de independência. Apoio o prefeito, mas os secretários precisam nos respeitar”.

Ao Jornal Opção, Carlin ressaltou que sempre apoiou Iris Rezende em tudo o que acha importante para a cidade. “Nos momentos mais difíceis sempre estive com o prefeito e, agora que a administração está deslanchando, alguns secretários tem inviabilizado demandas não só minhas como de outros colegas”, explicou.

Para Café, o motivo do “boicote” por parte de alguns titulares de pastas seria a intenção de se lançarem como candidatos em 2020. “Muitos secretários querem ser candidatos, pois que saiam do cargo e deixem a vaga para quem vai cumprir as determinações do prefeito.

“Nosso papel é legislar, é fiscalizar. Tenho uma história de 30 anos, não apenas desse mandato. Por isso peço a compreensão das pessoas da minha região, para que elas entendam que estou fazendo o meu papel”, explicou o vereador ao criticar a inviabilização da atuação dos vereadores pelos gestores das pastas.

O parlamentar também criticou a escolha da liderança do prefeito na Casa. “A liderança foi escolhida sem nós sabermos. O Oséias Varão é qualificadíssimo, mas não me representa”, disse Café, que pontuou não saber quem é base na Câmara. “Sabemos que existe uma base, mas quem é base?”, indagou.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.