Vantagem de Lula para Bolsonaro cai 5 pontos sem Moro na disputa

Lula (PT) tem 41%, seguido por Jair Bolsonaro (PL), com 32%. A chamada terceira via continua sem espaço no cenário eleitoral deste ano

A nova pesquisa contratada pelo banco de investimentos BTG Pactual junto ao Instituto FSB confirma a polarização entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o atual Jair Bolsonaro (PL), com pouco espaço para a chamada terceira via. Balanço divulgado nesta segunda-feira, 25, mostra que o petista tem, neste momento, nove pontos de vantagem sobre o ex-capitão do Exército. Lula aparece com 41% das intenções de voto, enquanto o Chefe do Executivo tem 32%. A distância entre ambos era maior em março, de 14 pontos.

O levantamento mostra que o ex-presidente caiu dois pontos porcentuais em relação ao mês passado, ainda dentro da margem de erro, que é de dois pontos percentuais. Ele tinha 43% ante os 41% atuais. Bolsonaro subiu três pontos: de 29% a 32%. Na pesquisa espontânea, aquela em que os eleitores expressam sua preferência sem que seja apresentada antecipadamente uma lista de opções, a distância entre os dois primeiros colocados é ainda menor: o petista tem 30%, Bolsonaro, 30%.

A pesquisa também revela que os votos em Lula e Bolsonaro estão consolidados. Os eleitores de ambos têm praticamente certeza do voto e 82%, nos dois casos, dizem que não votarão em outro candidato. Todos os outros presidenciáveis considerados no levantamento somam 17%. São eles: Ciro Gomes, do PDT (9%), André Janones, do Avante (3%), João Dória, do PSDB (3%), Simone Tebet, do MDB (1%) e Vera Lúcia, do PSTU (1%). O ex-juiz Sérgio Moro, que abriu mão de sua candidatura no Podemos e migrou para o União Brasil, não figura no levantamento.

Sobre o segundo turno, também caiu a diferença entre Lula e Bolsonaro. Em março, Lula tinha 54% e Bolsonaro 35%, numa diferença de 19 pontos. Hoje, Lula tem 52% e Bolsonaro 37%, uma diferença de 15 pontos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.