O senador Vanderlan Cardoso (PSD) tem feito encontros com partidários da sigla pelo Estado. No último final de semana, esteve em Rio Verde com os ex-deputados Lissauer Vieira (PSD) e Samuel Almeida (SDD), além da vereadora Nayara Barcellos.

A movimentação ocorre com aqueles que “querem trabalhar para fortalecer o PSD em Goiás”, disse um dos interlocutores. O senador ainda não assumiu a presidência do partido, que deve ocorrer em 31 de maio, mas já trabalha para construir o nome do candidato à prefeitura da cidade em 2024.

A articulação pelo nome daquele que será candidato a prefeito de Rio Verde é enorme já que o município é o mais rico do Sudoeste goiano. Ao que tudo indica, Lissauer está na disputa e se for o candidato escolhido “pelo agro” pode atropelar os outros nomes do G-6.

O G-6 tem três pré-candidatos a prefeito de Rio Verde: Karlos Cabral (PSB), Lissauer Vieira e Osvaldo Fonseca Júnior (Patriota). Deles, ao menos em Rio Verde, o ex-presidente da Assembleia Legislativa de Goiás é o que mais tem se movimentado para constituir um candidato de oposição ao postulante do prefeito Paulo do Vale (União Brasil).

Paulo do Vale deve bancar para prefeito o médico Wellington Carrijo (MDB) ou vice-prefeito Dannillo Pereira (PSD).

De acordo com uma fonte de Rio Verde, Vanderlan Cardoso teria dito que será candidato a prefeito de Goiânia em 2024. Mas, para evitar pressões e assédios de aliados, adotou a tática de sugerir que só vai discutir o assunto no próximo ano (2024).