Vanderlan Cardoso faz críticas a Flávia Morais e ressalta que sua pré-candidatura é a única definida no Estado

“Não faço política para prejudicar os outros. Ninguém vai me ver afirmando que pré-candidato A ou B vai desistir do seu projeto para fazer uma composição”, criticou o pessebista

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

O pré-candidato ao governo do Estado pelo PSB, Vanderlan Cardoso, voltou a afirmar nesta sexta-feira (25/4) que não vai desistir de disputar o Executivo goiano nessas eleições. As declarações, feitas durante o cumprimento de agenda no Noroeste do Estado, foram uma resposta à deputada federal Flávia Morais (PDT), que afirmou recentemente que o pré-candidato não tem ainda definido seu plano político e que poderia, inclusive, compor com o governador Marconi Perillo (PSDB).

“Não faço política para prejudicar os outros. Ninguém vai me ver afirmando que pré-candidato A ou B vai desistir do seu projeto para fazer uma composição”, criticou. Ele ressaltou que sua pré-candidatura é a única definida no Estado e que não depende de fatores externos para se viabilizar. “Quem me conhece sabe que sou um político de posições definidas, que não sou pré-candidato para negociar, para lá na frente barganhar um vaga de vice ou ao Senado.”

Vanderlan sustenta que seu foco e o de seu partido é a discussão do Plano de Metas. “Já fizemos reuniões de trabalho em 14 cidades e vamos intensificar esses encontros para mais de 60 municípios. O PSB e a Rede estão preocupados em apresentar soluções para mudar a realidade do nosso Estado”, declarou. Entre as propostas que o pré-candidato já apresentou estão a criação da Divisão de Inteligência e do Banco de Leitos Hospitalares.

 

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.