“Vamos usar todo potencial da maior TV digital de Goiás”, diz João Bosco Bittencourt

Presidente das novas TBC e RBC afirma que investimentos de R$ 27 milhões feitos pelo governador Marconi Perillo transformaram a emissora pública

João Bosco Bittencourt avalia equipamentos da TBC | Foto: divulgação

O presidente das novas TBC e RBC, João Bosco Bittencourt, afirmou nesta segunda-feira (12/2) que a nova programação jornalística das emissoras da Agência Brasil Central (ABC) vai usar na plenitude todo o aparato adquirido por determinação do governador Marconi Perillo para a implantação da transmissão do sinal de televisão em full HD.

“Com os R$ 27 milhões investidos na emissora pelo governador, Goiás tem hoje a melhor tecnologia de TV digital de Goiás e uma das melhores do Brasil. Vamos usar todo esse potencial daqui para frente”, disse João Bosco Bittencourt, que trabalhou normalmente hoje com as equipes de jornalismo da agência, apesar do ponto facultativo no Estado.

Como parte integrante da estrutura de uma televisão, os estúdios são fundamentais para o bom funcionamento e apresentação de uma boa matéria. Nesse sentido, a TBC é de longe a melhor estrutura do estado. São três estúdios, ou seja, é o maior complexo no Centro Norte do país. Segundo a gerente de Núcleo da TBC, Susete Amâncio, os 3 estúdios podem funcionar simultaneamente, tanto em apresentações ao vivo como em gravações e, se precisar, os três podem ser interligados.

Os estúdios estão aparelhados com equipamentos de última geração. O maior deles, com 300 metros quadrados tem capacidade para programa de auditório. O único no estado. Com a digitalização de toda a emissora, os estúdios foram revitalizados e adequados para receber as novas tecnologias.

Por determinação do governador Marconi Perillo, interatividade, prioridade para a notícia, prestação de serviços e participação popular passam a ser a marca da programação e do jornalismo dos veículos da Novas Televisão Brasil Central (TBC) e Rádio Brasil Central (RBC) sob o comando do jornalista João Bosco Bittencourt. O presidente da agência apresentou nesta terça-feira à equipe a proposta de gestão, a Nova ABC.

As novas grades para a Televisão Brasil Central (TBC) e a Rádio Brasil Central (RBC) têm foco em novos produtos, com a produção de três novos jornalísticos nos veículos – um programa de notícias matutino, outro nos moldes do Cidade Alerta para o fim da tarde e um telejornal interativo e debates à noite. Boletins de notícias a cada hora também irão ao ar. As mudanças têm o integral respaldo do governador Marconi Perillo e do vice-governador José Eliton, que aprovaram a nova proposta de gestão.

A descontração, a participação e a interatividade serão as marcas do relacionamento entre o time de jornalistas das novas TBC e RBC com a audiência, diz João Bosco. Apresentação em pé, fim das bancadas e cenários estáticos, intensa participação dos telespectadores, ouvintes e internautas – durante e na definição da pauta da programação – darão o tom do novo jornalismo. A apresentação da notícia terá o suporte de inovações tecnológicas, como cenários virtuais, além de mais transmissões ao vivo. O jornalismo comunitário também ganhará vez e voz. “Vamos aproximar a TBC e a RBC da sociedade”, definiu João Bosco.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.