“Vamos denunciar Bolsonaro à Corte de Haia”, diz Otto Alencar

Segundo o parlamentar, “isso não pode ficar impune em hipótese nenhuma” e que a CPI da Pandemia tem provas suficientes

Senador Otto Alencar (PSD-BA), integrante da CPI da Covid | Foto: Reprodução

O senador Otto Alencar (PSD-BA) disse que a CPI da Covid pretende encaminhar o relatório final do colegiado para o Tribunal Penal Internacional, para a Procuradoria-Geral da República e para a Câmara dos Deputados. O parlamentar sinaliza que levará os responsáveis à Corte de Haia.

“Vamos denunciar Bolsonaro à Corte de Haia para que eles tomem conhecimento sobre o que aconteceu no Brasil (…)”, declarou.

“Vamos chegar a um termo para responsabilizar integrantes do governo federal por ação e omissão. Foram 480 mil mortes, vamos chegar a 500 mil ou mais do que isso (…). Essa população toda que morreu pela incompetência e pela irresponsabilidade sanitária do governo. Isso não pode ficar impune. Nós vamos até o fim. Isso não pode ficar impune em hipótese nenhuma”, afirmou em entrevista ao Antagonista.

O senador afirma que a Comissão Parlamentar de Inquérito já tem provas suficientes para responsabilizar o presidente da República pelos óbitos na pandemia da Covid-19 no Brasil. Bolsonaro ainda pode ser denunciado por crime de genocídio, após ele incentivar a chamada “imunidade de rebanho” e pelo delito de advocacia administrativa, por suspeita de ter beneficiado empresas ligadas à produção de cloroquina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.