Vacina Covaxin não será testada no Brasil, decide Anvisa

Desenvolvida pela empresa indiana Bharat Biotech e alvo de investigações na CPI da Covid, a Anvisa decidiu cancelar os testes clínicos da vacina Covaxin no Brasil

Nessa segunda-feira, 26, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) cancelou os testes clínicos da vacina indiana, Covaxin. A decisão veio após ser divulgado que o laboratório Bharat Biotech, que desenvolveu o imunizante, suspendeu o contrato com empresa Precisa Comercialização de Medicamentos Ltda, que era a responsável pela produção da vacina no Brasil. Os contratos da Precisa com o Ministério da Saúde são alvos de investigações na CPI da Covid.

A Anvisa disse, em nota, que cancelou os estudos porque “após avaliação técnica de que o fim da autorização da empresa Precisa para representar a vacina no país inviabiliza o cumprimento da norma que trata da condução dos estudos clínicos”. A pesquisa seria conduzida no  instituto Albert Einstein e estava previsto aplicar doses em até 4.500 voluntários.

A Precisa Medicamentos vêm sendo investigada por corrupção pela CPI da Covid. Em nota, eles afirmaram que jamais cometeram qualquer ilegalidade e que o cancelamento dos estudos clínicos “deveria ter como foco a saúde pública, e não interesses políticos”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.