Utilização de recursos de depósitos judiciais pelo Governo é aprovada em definitivo

Proposta teve anuência do TJ-GO permite que orçamento seja utilizado para pagamento de precatório, advogados dativos e Previdência

Foto: Francisco Costa/Jornal Opção

O projeto de Lei que autoriza a utilização de 70% dos recursos de depósitos judiciais foi aprovado em segunda e definitiva votação nesta quarta-feira, 11.

A proposta, que teve a anuência do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), permite que o Governo do Estado utilize esses recursos para pagamento de precatório, advogados dativos e Previdência.

A matéria havia sido alvo de polêmica na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), porque a oposição apontava que a matéria poderia ser inconstitucional, por se assemelhar a texto enviado pelo governo passado, que foi judicializado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Entretanto, o Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), provocado por ação do líder da oposição, Talles Barreto (PSDB), confirmou a legalidade da propositura. A decisão foi assinada pelo desembargador do Tribunal de Justiça, Leobino Valente Chaves.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.