Uso de Big Data irá ajudar TCE-GO a combater fraudes e desvios de recursos públicos

Novo sistema de cruzamento de dados adotado pelo Tribunal de Contas do Estado de Goiás pretende agilizar, desburocratizar, reduzir custos e combater irregularidades em processos administrativos

O Tribunal de Contas de Goiás (TCE-GO) irá se comunicar eletronicamente com poderes, órgãos e entidades por meio de uma nova tecnologia. O Sistema de Avisos e Trilhas irá analisar bancos de dados por meio do Big Data para alertar gestores sobre inconsistências ou indícios de irregularidades detectados. Desta forma, o responsável poderá justificar ou adotar medidas para solucionar.


“É uma forma de dar vazão a muitas demandas às quais não teríamos capacidade produtiva para auditar, permitindo um alcance simultâneo de várias temáticas diferentes”, explicou Vítor Gobato, secretário de Controle Externo do TCE-GO. Além disso, a redução de custos ao possibilitar a comunicação de irregularidades sem necessidade de processos físicos. “Com isso, vamos auditar mais, gastando menos, diluindo a burocracia do processo”, disse.


O novo sistema foi aprovado nesta segunda-feira, 1, por meio da Resolução Normativa nº 3/2020, publicada no Diário Eletrônico de Contas. Serão registrados os resultados de processamento de trilhas eletrônicas de auditorias, as quais decorrem do cruzamento de bases de dados custodiadas ou de propriedade do TCE-GO e que resultam de informações gerenciais, inconsistências ou irregularidades.

Conselheiros relatores e unidades técnicas poderão acompanhar eletronicamente e em tempo real os avisos de inconsistências e indícios de irregularidades, bem como providências adotadas para cada caso. Com isso, irá melhorar o desempenho da gestão pública atual e combate à fraude e desvio de recursos públicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.