Unidades Básicas de Saúde de Aparecida realizam mais de 12 mil testes de Covid-19 em um mês

Sete das 40 UBS’s do município fazem coletas de segunda a sexta-feira das 8h às 16h e todas estão aptas para atender, nesses mesmos dias, das 7h às 17h, sem agendamento prévio, pessoas com sintomas ou que tiveram contato com alguém que testou positivo para doença

Testagem UBS Expansul. Foto: Claudivino Antunes.

Desde a segunda quinzena de julho, a Prefeitura de Aparecida de Goiânia ampliou a testagem em massa da Covid-19 para a população. Desde que iniciaram a testagem, as UBS’ fizeram mais de 12 mil coletas para o exame RT-PCR. Ao todo, até esta quinta-feira, 27, foram feitos 84.389 testes em toda a cidade.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Alessandro Magalhães, sete das 40 UBS’s de Aparecida de Goiânia fazem coletas de segunda a sexta-feira das 8h às 16h e todas estão aptas a atender, nesses mesmos dias, das 7h às 17h, sem agendamento prévio, pessoas com sintomas ou que tiveram contato com alguém que testou positivo para a Covid-19.

“Isso facilita o acesso dos moradores do município à testagem em massa para deter a disseminação do Coronavírus diagnosticando precocemente a doença, isolando os pacientes e tratando-os para impedir o agravamento dos casos. Nesse sentido, a Secretaria de Saúde (SMS) tem conclamado a população a buscar atendimento já nos primeiros sintomas para aumentar as chances de cura e a proteção à comunidade”, destacou Magalhães.

Além das UBS’s, os testes RT-PCR são realizados nos três drive-thrus — Cidade Administrativa, Jardim Boa Esperança e Setor Garavelo — e nas três Unidades de Pronto Atendimento (UPA’s) da cidade (Brasicon, Buriti Sereno e Flamboyant).

Coletas

O superintendente de Atenção à Saúde da SMS, Gustavo Assunção, esclareceu que as sete UBS’s que realizam a coleta, “que são a Expansul, Jardim Tiradentes, Pontal Sul, Garavelo Park, Santa Luzia, Buriti Sereno e Independência Mansões, além do agendamento via 0800-646-1590, também são referência de coletas para as demais, recebendo pacientes encaminhados das outras unidades da rede que não fazem o exame e atendendo, ainda, a pacientes que não têm o perfil de atendimento das UPA’s”.

Gustavo Assunção ainda ressaltou que os resultados ficam prontos em até 48h e as pessoas testadas recebem um protocolo para verificar no site do laboratório o resultado. Quem testa positivo para a Covid-19 é orientado e encaminhado para o monitoramento pela Telemedicina da SMS.

Testagem nas UBS’s

A chefa de Redes Temáticas Ciclos de Vida da SMS, Amanda Faria, relatou que, até esta semana, já foram realizados 12.635 exames graças às coletas nas sete UBS’s. Destes, 4.552 foram positivos para a Covid-19, sendo 1.131 da UBS Expansul, 1.047 da Tiradentes, 935 da Independência Mansões, 516 da Garavelo Park, 376 da Santa Luzia, 343 da Pontal Sul e 204 da Buriti Sereno.

Amanda Faria afirmou que a iniciativa tem se mostrado satisfatória para “ajudar a salvar vidas junto com o monitoramento dos pacientes, o tratamento adequado e a criação de novos leitos de UTI e semi-UTI para tratamento exclusivo da Covid-19”. Ela também credita o sucesso das testagens às quatro frentes de buscas ativas por casos suspeitos da doença feitas por agentes de saúde em bairros da cidade e que resultaram em mais de 18 mil domicílios visitados.

Quem pode fazer o exame

Segundo critérios técnicos da SMS, os testes RT-PCR são destinados a moradores de Aparecida com sintomas gripais. Os exames são solicitados por médicos da SMS após consulta em qualquer UBS ou nas UPA’s da cidade. Os três drive-thrus funcionam de segunda à sexta-feira, das 8h às 16h, mas só realizam coletas mediante agendamento pelo 0800-646-1590.

Monitoramento reforçado

Dentre as UBS’s que realizam a coleta, a Independência Mansões tem realizado um trabalho inédito no município. Segundo o diretor de Atenção Primária da SMS, Giovani Melo, uma equipe da unidade faz o acompanhamento dos casos confirmados da Covid-19 na região.

“Eles ligam para cada paciente, diariamente, verificando a progressão do quadro clínico, a saúde da família, se tem alguém na residência apresentando sintomas, se é preciso isolar mais alguém e se é possível dar alta para o paciente” disse Giovani Melo.

O diretor da UBS, Jéfferson Júnior, contou que eles possuem um quadro indicando em quais quadras e lotes há doentes. “Estamos atentos a tudo e já pudemos ajudar muita gente, como em uma ocasião na qual uma senhora estava passando mal sozinha em casa e chamamos o SAMU para levá-la a uma UPA” afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.