TSE solicita que STF, PGR e PF investiguem o presidente do PHS

Gilmar Mendes deteminou que Eduardo Machado seja investigado sobre “supostos desvios de verba do Fundo Partidário”

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, determinou que a Polícia Federal (PF), a Procuradoria-Geral Eleitoral e o Supremo Tribunal Federal (STF) investiguem o presidente do PHS, Eduardo Machado, sobre “supostos desvios de verba do Fundo Partidário”.

Conforme Jornal Opção informou, a Justiça Eleitoral investiga a informação de que o PHS, presidido por Eduardo Machado, patrocinou show de rock e “festival” de chope.

No despacho, Gilmar afirma que “quanto aos supostos desvios de recursos do Fundo Partidário para fins diversos do previsto em lei”, deve ser encaminhado, com a máxima urgência, cópia integral dos protocolos ao diretor da Polícia Federal em Brasília, à Procuradoria-Geral Eleitoral e ao Ministro Luiz Fux.

Eduardo Machado foi procurado pela reportagem, mas até o momento não atendeu às ligações.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.