TSE anuncia mais de 2 milhões de mesários para eleições

Justiça Eleitoral também prevê mais de R$ 100 milhões para cobrir despesas eleitorais

Faltando 26 dias para as eleições, Justiça Eleitoral divulga dados sobre o processo eleitoral. Foto: Reprodução

Daqui a pouco menos de um mês, no dia 15 de novembro, será realizado o primeiro turno das eleições municipais no Brasil. Na manhã desta terça-feira, 20, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) anunciou um “batalhão” de mesários para o período eleitoral: aproximadamente 2 milhões. Mas foi uma conquista, já que o medo do coronavírus fez muita gente pedir dispensa da convocação e a Justiça Eleitoral fez várias campanhas de conscientização informando dos cuidados que vai tomar.

Os mesários estarão distribuídos nos 5.568 municípios brasileiros, atendendo à demanda de 147 milhões de votantes no País. Além destes, a Justiça Eleitoral conta também com 14,4 mil servidores e colaboradores, e 2.645 juízes eleitorais. Os eleitores votarão em 556 mil urnas eletrônicas, distribuídas por 95 mil locais de votação.

O número de candidatos concorrendo a cargos políticos é alto também. Dentro dos registros do TSE, mais de 550 mil concorrentes, de 33 partidos diferentes, disputam a corrida eleitoral brasileira neste ano.

Orçamento

A Lei Orçamentária Anual (LOA) autorizou o montante de R$ 1,28 bilhão para custear o processo eleitoral de 2020. Aproximadamente metade deste dinheiro será investidos na realização das Eleições Municipais de 2020. Cerca de 320 milhões serão utilizados para o pagamento de pessoal e, aproximadamente, R$ 10 milhões para a realização de eleições suplementares. O restante (R$ 311,3 milhões) será destinado, em 2021, à manutenção e à aquisição de novas urnas eletrônicas.

O TSE destaca que a manutenção das urnas, incluindo transporte, armazenamento e preparação para a votação é um dos processos mais custosos para a realização das eleições. Além disso, o gasto com mesários e com o apoio do exército para logística e segurança das urnas exigem um apoio financeiro grande também. Segundo a Justiça Eleitoral, todas as despesas somadas exigirão um aporte financeiro previsto para R$ 106,6 milhões durante as eleições de 2020.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.