Propriedade invadida tem cerca de 20 mil hectares e abriga a Agropecuária Santa Mônica, da qual o senador e candidato ao governo do Ceará, Eunício Oliveira, é o dono

Eunício Oliveira (PMDB)
Eunício Oliveira (PMDB)

A assessoria do senador e candidato ao governo do Ceará, Eunício Oliveira (PMDB), confirmou que a fazenda ocupada neste domingo (31/8) por cerca de 3 mil famílias do  Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) pertence ao peemedebista.

De acordo com o MST, a área ocupada foi de 20 mil hectares – um hectare corresponde aproximadamente às medidas de um campo de futebol oficial –  e é a maior ocupação feita em Goiás nos últimos dez anos.

Em nota, a equipe do político garantiu que a propriedade rural, chamada de Fazenda Santa Mônica, localizada entre as cidades de Alexânia e Corumbá, é produtiva e opera há mais de 25 anos em uma região livre de conflitos agrários e que cumpre todas as normas da lei. A assessoria de Eunício Oliveira classificou ação como “um ato surpreendente”.

O peemedebista, que concorre ao governo do Ceará, possui o maior patrimônio declarado dentre todos os candidatos a governador das eleições deste ano, quase R$ 100 milhões.

Segundo o MST, a ocupação visa alertar a sociedade para o fato de que a maior parte dos deputados e senadores representam os interesses dos grandes produtores rurais, em detrimento dos produtores familiares e trabalhadores do campo, de onde famílias são expulsas pela especulação fundiária.