TRE barra festa de promoção à candidatura de Jair Bolsonaro em Barra do Garças

Festa gratuita e com distribuição de bebidas se assemelhava a um showmício

Foto: Reprodução

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Mato Grosso proibiu realização de festa para promover a candidatura do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) em Barra do Garças (MT). O evento, chamado “Bolsolitro, a Festa”, era promovido pelo empresário Renato Pedemonte Araújo, que foi denunciado ao TRE-MT pelo Ministério Público Eleitoral.

O tribunal entendeu que a festa temática se assemelhava a um “showmício”, o que é proibido pela legislação eleitoral. A proibição vale até o dia 7 de outubro, data da eleição em primeiro turno, ou até o dia 28 de outubro, se houver segundo turno. Em caso de descumprimento da decisão, será aplicada multa de R$ 100 mil.

Em post no Facebook, o empresário já informou que irá cancelar a festa, que seria realizada nesta sexta-feira (5/10). Renato Pedemonte informou na rede social que a casa Cabannas, onde seria realizada, vai abrir normalmente e que outro evento seria divulgado. O empresário também lamentou o cancelamento e ainda afirmou que iria “continuar na luta” a favor do presidenciável.

A festa

Segundo o TRE, as semelhanças com um showmício foram verificadas pelo fato da imagem do candidato estar presente no material de divulgação, além de se tratar de uma festa aberta ao público com distribuição gratuita de bebidas alcoólicas. Além disso, a festa colocava como condição para a entrada gratuita no evento a utilização de uma camiseta amarela.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.