Projeto que altera orçamento do setor educacional será votado na terça-feira, 10. Até lá, Governo poderá negociar com o Sintego

Presidente da Alego, Lissauer Vieira, diz que governo está fazendo sua parte na negociação | Foto: Fábio Costa/Jornal Opção

Acerca das dificuldades na negociação do governo com o Sindicato dos Professores de Goiás (Sintego) e representantes do setor, o presidente da Assembleia Legislativa, Lissauer Vieira (PSB), afirma que cabe ao líder do governo na Casa, Bruno Peixoto (MDB), e ao próprio governo arramar os nós para que o projeto passe pelo plenário sem surpresas.

“O projeto envolve todo o setor da educação, a Universidade Estadual de Goiás, mas acredito que o governo faz a parte dele em ajustar para que passe sem problemas”, observa o presidente.

O projeto “entra na pauta de terça-feira com toda certeza”, garante Lissauer, estimando que o governo consiga aparar as arestas em cinco dias, até a votação.