TJGO cassa decisão que favorecia ex-secretário municipal de Saúde de Pires do Rio

Assis Silva Filho tinha conseguido vacinar ele e sua esposa contra a Covid-19 usando da influência de seu cargo na época em que a faixa etária de vacinação estava nos 80 anos

O  ex-secretário municipal de Saúde de Pires do Rio, Assis Silva Filho, que usou de sua influência para vacinar ele, sua esposa e um amigo da família furando a fila da vacinação, teve cassada pelo Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) uma decisão que o favorecia.

O TJGO questionou o Ministério Público de Goiás (MPGO) por decidir que o  ex-secretário não precisasse cumprir o acordo de não persecução penal (ANPP). Com a decisão do TJGO, Assis terá que cumprir a ANPP na parte restante, sob pena de rescisão e oferecimento de denúncia por parte do Ministério Público.

A outra punição dada ao ex-secretário, o pagamento de R$ 50 mil, já foi cumprido por Assis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.