Tia Tó morre aos 89 anos vítima de AVC

Ela estava internada no Hospital do Coração, em Goiânia desde o dia 15 de junho, com um quadro é gravíssimo e multi sistêmico

Antolinda Baía Borges, Tia Tó | Foto: Reprodução

Antolinda Baía Borges, também conhecida como Tia Tó morreu na tarde desta quinta-feira, 24, aos 89 anos. Ela que era uma personagem da Cidade de Goiás, e foi vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC).  Internada  no Hospital do Coração, em Goiânia desde o dia 15 de junho, apresentando um quadro é gravíssimo e multi sistêmico que, além do AVC, englobava deficiência renal.

Antolinda chegou chegou à Goiás com pouco mais de dois anos de idade. Além de empresária e proprietária de uma pousada, ela era uma cidadã ativa na cidade. Considerada defensora da cultura vilaboense, foi uma das responsáveis na luta pelo reconhecimento de Patrimônio Histórico e Cultural concedido pela Unesco à cidade em 2001. A empresária também foi a única diretora do  Museu de Arte Sacra da Boa Morte durante 19 anos.

Ainda não há informações sobre velório e sepultamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.