Thiago Peixoto lança central estratégica de monitoramento de projetos

Relatório apresentado por Thiago Peixoto ao governador Marconi tem como objetivo definir ações localizadas para aprimorar resultados na principais áreas de administração

Thiago Peixoto durante reunião com governador | Foto: Ascom / Segplan

Thiago Peixoto durante reunião com governador | Foto: Ascom / Segplan

O secretário de Gestão e Planejamento, Thiago Peixoto (PSD), apresentou na tarde da última quinta-feira (3/9) ao governador Marconi Perillo (PSDB) uma síntese do diagnóstico situacional do Estado de Goiás.

Com o objetivo de definir ações estratégicas e localizadas para melhoria de resultados nas principais áreas da administração, o relatório também apresenta o modelo de funcionamento da Sala de Situação, de onde o governador poderá acompanhar a execução das ações prioritárias do Estado.

“Historicamente são feitas políticas públicas com planejamento, mas sem utilizar muito os dados. Hoje já fazemos o planejamento diante de dados, mas isto também não é muito fácil, já que é muito complicado e demorado o processo de levantamento e obtenção de informações objetivas e claras”, expôs Thiago Peixoto ao governador, sobre o conceito e importância do trabalho realizado pela consultoria Macroplan.

O objetivo final é que, com o diagnóstico que em algumas áreas já está sendo finalizado, o governo possa ter metas claras para ações imediatas e outras estratégias a médio e longo prazos.

Segundo o diretor da Macroplan, Gustavo Morelli, o próximo passo é a consolidação do diagnóstico, por meio de reuniões com técnicos dos órgãos e secretarias. Posteriormente, definição de estratégias e prioridades, que deverá ser realizada pelo governador e secretários. E logo em seguida a estruturação dos projetos.

O estudo, realizado pela consultoria com apoio de técnicos da Segplan, aprofunda e levanta o que tem maior impacto para formação dos índices sócio-econômicos do Estado, focando por região e município, estuda hipóteses explicativas e aponta soluções. Para a busca de soluções faz ainda uma análise das boas práticas em outros estados que têm melhores índices naquela determinada área.

Como as ações também serão locais, ou seja, por município, Marconi Perillo chamou a atenção para a importância de envolver os prefeitos neste processo, para pactuarem com as estratégias e prioridades apontadas pelo estudo.

Além disso, o Governador alertou que é preciso a definição de recursos necessários para execução das ações e inserção no Plano Plurianual (PPA). “Sei que muitos dos projetos possivelmente já estão inseridos no PPA, até mesmo no Programa Inova Goiás, mas temos que garantir que as pastas tenham recursos para a execução dos projetos”, conclui o governador.

Sala de Situação

Antes da apresentação do diagnóstico, o secretário Thiago Peixoto apresentou ao governador as informações que as telas da Sala de Situação trazem sobre indicadores de Segurança, Saúde e Educação, entre outros dados.

As metas e estratégias prioritárias definidas após o diagnóstico servirão de base para análise de andamento do alcance da meta traçada. O governador poderá acompanhar em tempo real a evolução de cada projeto por meio da Sala de Situação. Ele poderá cobrar, inclusive, de cada secretário, sobre o avanço de cada projeto em andamento.

O local, que fica no mesmo andar do gabinete do governador, no 10º andar do Palácio Pedro Ludovico Teixeira (PPLT), funcionará integrado com a Central de Resultados.

Ela será alimentada pelas informações colhidas pelos executivos públicos, que é uma equipe técnica selecionada entre servidores públicos para acompanhar, em cada secretaria, a aplicação das ações prioritárias para melhoria dos indicadores do Estado.

“Uma das principais metas da atual gestão do governador Marconi Perillo é tornar Goiás um dos estados mais competitivos do Brasil. E ele nos incumbiu dessa missão. Melhorar nossos indicadores e competitividade significa dar melhores condições de vida aos goianos, com melhores escolas, melhores hospitais e melhores estradas, por exemplo”, explicou Thiago Peixoto.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.