Testes de Covid-19 podem ser deduzidos do Imposto de Renda, afirma especialista

A regra valeria apenas para testes feitos em laboratórios particulares

Segundo especialista da área de contabilidade, pessoas que realizaram testes de Covid-19 em laboratórios particulares podem deduzir esse gasto no Imposto de Renda. Contudo, os feitos em farmácias não valem para esta regra.

“O contribuinte que realizar o teste do Covid-19 em laboratórios e hospitais de forma particular ou convênio, pode sim efetuar o lançamento como gasto médico e obter a dedução no imposto renda. Lembrando que só será válido mediante a apresentação da nota fiscal ou informe de rendimento do plano de saúde”, explica Cláudio Lasso, assessor contábil e CEO da Sapri Consultoria.

Com a explosão de casos de Covid-19, os gastos com teste passaram a ser uma realidade no bolso do brasileiro. Segundo a Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (Abramed), houve um aumento de 30% no número de testes para o diagnóstico da Covid no mês passado e 98% entre os dias 3 e 8 de janeiro, em comparação a semana do dia 20 ao 26 de dezembro do ano passado.

Contudo, segundo Lasso, os testes feitos em farmácias não valem para esta regra. “Na farmácia, não é considerado um gasto médico nem laboratorial pela Receita Federal. O regulamento do IR é bem claro ao dizer que só pode ter dedução de gastos com médicos, hospitais, clínicas e laboratórios. Farmácia não entra”, afirma. Gastos com medicamentos também não é considerado pela Receita.

Por fim, o CEO ressalta que é importante guardar todos os recibos de gastos. “O contribuinte deve organizar ao longo do ano todos gastos médicos, odontológicos, gastos com educação, caso tenha feito compra ou venda de imóveis e veículos. Vale lembrar que os gastos dos dependentes também devem ser arquivados e lançados”, avisa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.