Tayrone divulga vídeo conclamando a população a se manifestar contra reformulação da Planta de Valores de Goiânia

A publicação também se configura como mais um instrumento da batalha entre ele e o prefeito Paulo Garcia (PT), que se enfrentam desde setembro deste ano

O vereador Tayrone di Martino (PT) divulgou um vídeo nas redes sociais nesta quinta-feira (6/11) conclamando a população a se posicionar contra o que ele chama de aumento abusivo do IPTU em Goiânia. A publicação também se configura como mais um instrumento da batalha entre ele e o prefeito Paulo Garcia (PT), que se enfrentam desde setembro deste ano.

“Mais uma vez a prefeitura cancelou sabe o quê? A audiência pública que discutiria a planta de valores”, diz o vereador no vídeo. “Isso seria cômico, se não fosse trágico. Já é a terceira cancelada.”

O petista ressalta que o projeto está pronto desde julho e que só não foi enviado para a Câmara anteriormente por conta das eleições. Para ele, a intenção do prefeito ao “esconder” a proposta, era evitar desgastes políticos para seus aliados.

“Agora não existe acordo entre os vereadores da base, porque o aumento é abusivo”, pontuou. Segundo ele, a proposta faria com que os valores de IPTU que hoje são R$ 300, por exemplo, passassem a ser R$ 1.600.

“Por isso a gente precisa continuar atento, unido e batalhando e dizendo não ao aumento abusivo do ITU e do IPTU em Goiânia”, disse ele, convidando aos goianienses a compartilharem o vídeo e se manifestarem contra a proposta.

O enfrentamento de Tayrone ao projeto de Paulo Garcia quase levou à sua expulsão do PT. O imbróglio começou quando o vereador ainda era candidato à vice-governadoria na  chapa encabeçada por Antônio Gomide (PT) e foi suspenso pela executiva, ficando impedido de participar de deliberações da legenda.

De lá para cá a situação só piorou, com ameaças de expulsão de um lado e hipóteses de deixar o PT por conta própria de outro. No entanto, até o momento, nenhuma atitude foi tomada, e Tayrone (assim como Felizberto Tavares, também dissidente) permanece na legenda.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.