Suspensão de Delegado Waldir da liderança é vista pelo PSL como traição do Planalto

Parlamentares já articulam nova lista para reconduzir o deputado goiano ao cargo à frente da bancada

Luciano Bivar, presidente do PSL: atrito com Bolsonaro | Foto: Agência Senado

Deputados ligados ao presidente do PSL, Luciano Bivar, consideraram a retirada de Delegado Waldir da liderança do partido na Câmara como traição e já se organizam para nova lista com o intuito de reconduzir o deputado federal por Goiás ao cargo, que agora é ocupado por Eduardo Bolsonaro. 

O deputado Júnior Bozzella disse à Folha de São Paulo que o presidente Jair Bolsonaro e seus aliados “traíram o acordo”. Segundo ele, o ministro da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos, havia conversado com Bivar por uma pacificação no partido.

Entretanto, enquanto isso ocorria, Eduardo Bolsonaro apresentava a lista para assumir a liderança da bancada à Mesa-Diretora da Câmara — o que foi considerado pela ala mais próxima a Bivar como uma traição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.