Suspeito de matar casal por suposta transmissão de Covid-19 segue foragido, diz delegado

A Polícia Civil irá fazer a representação da prisão preventiva do autor do crime

Casal morto em Itumbiara | Foto: Reprodução/Facebook

Um homem é suspeito de matar um casal e ferir um jovem, na manhã  da última terça-feira, 17, por acreditar que eles transmitiram Covid-19 ao pai e irmão dele, que morreram vítimas da doença, em Itumbiara, no sul de Goiás. O sobrevivente contou a polícia que a família já estava sendo ameaçada pelo suspeito, que atirou pelo menos 20 vezes. O homem continua foragido.

O caso aconteceu em um galpão onde a família trabalhava no município. O delegado Felipe Sala, do Grupo de Investigação de Homicídios de Itumbiara, disse que Flanklaber Silva e Silva, de 40 anos, morreu no local após ser baleado na cabeça e no ombro.

Já a esposa dele, Marilia Silva e Silva, de 37 anos, foi alvejada diversas vezes, sendo que um dos disparos atingiram o rosto dela. Ela chegou a ser socorrida com vida, mas morreu a caminho do hospital.

O atirador não teve a identidade divulgada. O delegado Felipe Sala explica que as buscas continuam. “Ele ainda segue foragido e estamos com uma equipe mobilizada no sentido de encontrá-lo. Vamos representar pela prisão dele hoje, porque ainda não temos um mandado”, esclarece.

“As informações estão sendo colhidas e estamos deslocando uma equipe de Goiânia para entrar em contato com a vítima sobrevivente e coletar o depoimento para fazermos a representação da prisão preventiva desse autor”, afirma o delegado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.