Suspeito de cometer vários golpes com cheque fraudado é preso

O investigado usava sempre o mesmo modus operandi

Na tarde da quinta-feira, 9, a Polícia Civil do Estado de Goiás, por intermédio do Grupo de Repressão a Estelionatos e outras Fraudes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais – GREF/DEIC, cumpriu o mandato de prisão preventiva de Jair Ferreira Silva, suspeito de cometer vários crimes usando cheque fraudado.

Segundo investigações, Jair gerou um prejuízo para os comerciantes de Goiânia e de Aparecida de Goiânia de mais de 2 mil reais. Ele usava sempre o mesmo modus operandi: ele localizava distribuidoras de bebidas e açougues e tomava conhecimento do nome dos sócios-proprietários e a rotina de funcionamento do local. Com isso, ele tentava comprar alguma coisa nas lojas alegando que era um amigo/parente do sócio e que por isso conseguiu aval para realizar o pagamento mediante cheque.

O comerciante, ao tentar descontar a cártula, descobria tratar-se de um cheque fraudado ou falso, o popular “chiquita”. Cerca de 7 vítimas já foram localizadas. A imagem e qualificação do suspeito foram divulgadas em decorrência da primazia do interesse público sobre o particular, pois possibilitará o reconhecimento por parte de outras vítimas ainda não identificadas.

O suspeito está preso no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, à disposição do Poder Judiciário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.