Suposto serial killer é denunciado pelo sexto homicídio

Tiago Henrique Gomes da Rocha responderá pelo assassinato de Juliana Nebia Dias

Foto: André Costa

Foto: André Costa

O promotor de Justiça Maurício Gonçalves de Camargo ofereceu denúncia contra Tiago Henrique Gomes da Rocha pelo crime de homicídio duplamente qualificado — praticado por motivo torpe e impossibilitando que a vítima pudesse se defender — cometido contra Juliana Neubia Dias, no dia 25 de julho de 2014. Esta é a sexta denúncia por homicídio oferecida pelo Ministério Público (MP) contra o vigilante.

Tiago confessou o homicídio de Juliana ao ser preso em outubro pela força-tarefa da Polícia Civil. “Além da confissão, exame microbalístico entre as balas coletadas no corpo da vítima e a arma apreendida na casa dele resultou positivo”, acrescenta o promotor. Na ocasião, o suposto serial killer também assumiu a culpa por outros 28 homicídios.

O crime

De acordo com a denúncia, Juliana estava acompanhada do namorado e de uma amiga dentro de um carro modelo Pálio, na Avenida Mutirão, quando Tiago começou a segui-los, por volta das 21 horas.

O vigilante deu dois tiros em direção ao veículo quando o namorado da vítima, que estava dirigindo o carro, parou no semáforo localizado no cruzamento das Avenidas D e Mutirão. Tiago parou a moto do lado do passageiro, onde estava Juliana, e, sem tirar o capacete, efetuou os disparos.

As balas passaram pelo vidro, que estava fechado, atingindo a vítima na orelha e no pescoço. Em seguida, Tiago fugiu do local em sua moto.

Deixe um comentário