Suposto serial killer é condenado a mais de 12 anos por roubo a casa lotérica

Juíza determinou que a pena seja cumprida na Penitenciária Odenir Guimarães, antiga Cepaigo. Atualmente, 25 processos de homicídio estão em tramitação contra Tiago

O suposto serial killer, Tiago Henrique Gomes da Rocha, foi condenado pelo Tribunal de Justiça (TJ) do Estado de Goiás a 12 anos e quatro meses de reclusão em regime fechado por ter assaltado duas vezes a mesma casa lotérica. A juíza Placidina Pires, da 10ª Vara Criminal de Goiânia, determinou que Tiago deve cumprir a pena na Penitenciária Odenir Guimarães, antiga Cepaigo.

A magistrada decidiu ainda que o suposto serial killer não pode recorrer da decisão em liberdade “por receio de que, em liberdade, ele faça novas vítimas, diante da gravidade das condutas perpetradas”. Segundo Placidina, a pena aplicada foi em função da personalidade do acusado ser “desvirtuada”, conforme comprovado em laudos periciais, e por ele ter roubado pertences e dinheiro de clientes que estavam dentro da lotérica

A defesa de Tiago teria requerido a absolvição alegando que ele seria plenamente inimputável. A juíza, porém, considerou que o acusado “era, à época da ação, inteiramente capaz de entender o caráter ilícito do fato e inteiramente capaz de autodeterminar-se de acordo com esse entendimento”.

Atualmente, 25 processos de homicídio estão em tramitação contra Tiago Henrique.

Deixe um comentário