Suposta briga de Vanderlan e Misael é intriga de assessores

Informação era que os políticos aliados haviam brigado e que, após conflito, funcionários da Prefeitura de Senador Canedo teriam pedido demissão

Foto: Fernando Leite (Misael) | Divulgação (Vanderlan)

Foto: Fernando Leite (Misael) | Divulgação (Vanderlan)

Ativo nas articulações e de olho em 2016, o ex-prefeito de Senador Canedo Vanderlan Cardoso (PSB) desmentiu suposta briga entre ele e o atual prefeito da cidade, Misael Oliveira (PDT). De acordo com o ex-prefeito, tudo não passa de conversa fruto de briga entre assessores da própria prefeitura. “Desde quando o Misael entrou eles arrumam uma briga. Isso é coisa de jornalista lá. Uma querendo derrubar o outro”, garante.

A informação era que os políticos aliados haviam brigado e que, após a discussão, funcionários da Prefeitura de Senador Canedo teriam pedido demissão. Conforme Vanderlan, se isso de fato ocorresse, não sairiam alguns servidores, e sim todos. “Essa história é tão boba, porque todo mundo que está lá entrou na minha gestão. Se houvesse isso mesmo, não ia sobrar um”.

Já sobre as articulações para o pleito de 2016, o presidente do PSB em Goiás afirma que as negociações seguem. Sobre estar na base do governador Marconi Perillo (PSDB), a possibilidade se aproxima cada dia mais. Sem querer apressar nada, o ex-prefeito continua dizendo que tudo faz parte do diálogo permanente com todos.

Conforme Vanderlan, em última conversa com o líder tucano, cerca de um mês atrás, uma possível aliança no 2º turno foi levantada. “Caso eu seja candidato, e o candidato do governador não for para o segundo turno, falamos em um apoio. Mas nada é certo, isso é só conversa”, reiterou.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

CARLOS SOARES

delegado waldir soares sim o povo quer