Superman bissexual: ilustradores e funcionários da DC pedem proteção policial

Após o anúncio de que o super herói irá assumir sua bissexualidade nas HQs, o estúdio tem recebido diversas reações de intolerância e preconceito

Foto: Reprodução/Twitter DC Comics

O anúncio da DC Comics de que o personagem Superman irá assumir sua bissexualidade na HQ tem feito o estúdio sofrer diversas ameaças, ao ponto de terem que acionar proteção policial para os ilustradores e outros funcionários.

Segundo o site TMZ, equipes de policiais da cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos, estão patrulhando as casas dos ilustradores e outros funcionários, além do próprio edifício da empresa. As ameaças teriam tom de intolerância e preconceito.

“O símbolo do Superman sempre foi sinônimo de esperança, de verdade e por justiça. Hoje, esse símbolo representa algo mais. Hoje, mais pessoas podem se ver no super-herói mais poderoso dos quadrinhos”, disse o o escritor Tom Taylor sobre a bissexualidade do herói.

No Brasil, a polêmica envolvendo a bissexualidade do filho de Clark Kent gerou a demissão do jogador de vôlei, Maurício Souza. Ele fez uma postagem homofóbica com a imagem do herói e escreveu: “Ah é só um desenho, não é nada demais. Vai nessa que vai ver onde vamos parar”.

O jogador foi demitido do time Minas Tênis Clube e afastado da seleção brasileira. Os colegas do vôlei Wallace e Sidão mostraram apoio a atitude homofóbica do atleta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.