STF determina retorno imediato de Maurício Sampaio à titularidade de cartório em Goiânia

Liminar do ministro Ricardo Lewandowski devolve titularidade do 1º Tabelionato de Protestos e Registros de Títulos e Documentos 

Presidente do Atlético-GO e réu no caso do assassinato do radialista Valério Luiz, Maurício Sampaio durante entrevista ao Jornal Opção | Foto: Fernando Leite/ Jornal Opção

Presidente do Atlético-GO e réu no caso do assassinato do radialista Valério Luiz, Maurício Sampaio durante entrevista ao Jornal Opção | Foto: Fernando Leite/ Jornal Opção

O presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski, concedeu na última quinta-feira (14/1) uma liminar que devolve titularidade do 1º Tabelionato de Protestos e Registros de Títulos e Documentos de Goiânia a Maurício Borges Sampaio, presidente do Atlético-GO e réu no caso do assassinato do radialista Valério Luiz. A informação foi divulgada no Portal Rota Jurídica.

A liminar suspende os efeitos da decisão dada pelo Corregedor do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que havia declarado vaga a serventia extrajudicial titularizada por Sampaio, afastado pela primeira vez do cartório em abril de 2008.

A advogada de Maurício Sampaio, Flávia Maria Quinan Ferreira, diz que a decisão deve ser encaminhada ao presidente do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) e, posteriormente, ao pedido ao diretor do Foro de Goiânia, o juiz Wilson Dias. O magistrado que será o responsável por providenciar o retorno de Sampaio ao Cartório, que já foi assumido por um concursado.

Antes de o presidente do STF conceder a liminar, o ministro Teori Zavascki havia indeferido o pedido, em maio de 2014. Na ocasião, o ministro considerou que a decisão do CNJ  segue a jurisprudência do STF, por ter considerado nulo ato de designação sem concurso público realizado na vigência da Constituição de 1988. Já os fundamentos da decisão desta quinta-feira (14/1), dada por Lewandowski, ainda não foram divulgados.

 

3 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Rogério

Ainda há juízes em Berlim.

Rodrigo Oliveira

Justiça sendo feita….

Silvestre Silvestre Gomes

Caso muito estranho

Rodrigo Oliveira

Eu tenho nada haver com o Sampaio, mas estranho é o afastamento… Gostando ou não, ele tem direito ao cartório, pois por erro do TJ/GO em publicar o Diário Oficial, que criou este imbrólio… Ele tomou posse bem antes de promulgar a constituicao (nao precisava de concurso até esta data), após a publicação da constituicao (alguns meses após a posse) o TJ/GO viu que esqueceu de publicar no Diário Oficial a sua posse… Ele foi afastado agora por questões de improbidade administrativa, até onde sei, este processo foi arquivado, se o motivo era o processo e o processo não existe… Leia mais

Rosangelica Castelo

Uma das piores liminares já deferidas pelo STF, decisão esta já pacificada pela Constituição Federal, bem como por todo o judiciário brasileiro !!! Não entendi como algo deste teor pode ter sido dada uma decisão por mais que ela seja apenas uma liminar tão contrária a todos os estendimento inclusive do próprio STF! Pode ter certeza que a justiça será feita e que a única forma de entrar na Administração Pública é através do CONCURSO PÚBLICO !!! ACORDA BRASIL!!! Acredito muito na JUSTIÇA do nosso Supremo isso irá se reverter!!!