Sobrevivente de incêndio em Centro de Internação está em estado gravíssimo no Hugol

De acordo com boletim médico, menor respira com ajuda de aparelhos

O adolescente D.P.C.S, de 15 anos, que sobreviveu nesta sexta-feira (25/5) ao incêndio em uma cela do Centro de Internação Provisória do 7º BPM, no Jardim Europa, está em estado gravíssimo. A informação foi confirmada pelo Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol).

O jovem ficou ferido após rebelião que deixou 9 mortos dentro de uma cela na Ala A. Segundo testemunhas, menores começaram a incendiar o local.

De acordo com o boletim médico, o menor respira com a ajuda de aparelhos.

Em nota, o governo de Goiás afirma que “assim que informado, o governador José Eliton determinou que fossem tomadas as medidas necessárias para a apuração das causas e para o apoio aos familiares dos internos”.

Veja o comunicado na íntegra:

Acerca dos acontecimentos na unidade de internação de menores:

O incêndio em um alojamento do centro que abriga menores infratores no 7º Batalhão da Polícia Militar foi provocado pelos próprios internos. Nove adolescentes morreram. Um acabou ferido e foi levado para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol).

As providências para combater o fogo foram tomadas de imediato e evitaram um dano ainda maior. Todas as forças policiais já estão mobilizadas para apurar as causas do incêndio.

Assim que informado, o governador José Eliton determinou que fossem tomadas as medidas necessárias para a apuração das causas e para o apoio aos familiares dos internos.

O governador José Eliton, que estava em Cuiabá, onde participou do Encontro de Governadores do Brasil Central -, imediatamente após o ocorrido antecipou seu retorno a Goiânia, para acompanhar e designar novas providências necessárias.

O Governo de Goiás lamenta o ocorrido e externa sua solidariedade aos familiares dos adolescentes mortos.

Governo do Estado de Goiás

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.