Tucano Giuseppe Vecci afirma não entender reclamação de colega que estaria invadindo colégio eleitoral

O pré-candidato a deputado federal sustenta que está na política há 40 anos e por isso conhece várias pessoas em diversos distritos

Na foto Giuseppe Vecci. Materia sobre entrevista com Giuseppe Ve

Foto: Fernando Leite/ Jornal Opção

O ex-secretário da Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento (Segplan) Giuseppe Vecci (PSDB) disse em entrevista ao Jornal Opção Online nesta sexta-feira (30/5) que não entende as reclamações feitas contra ele de que estaria invadindo colégios eleitorais de colegas da aliança governista.

As críticas vieram do delegado Waldir Soares, pré-candidato à Câmara dos Deputados, na última quinta-feira (29/5). Vecci disse não entender o motivo de Waldir estar dizendo que ele estaria invadindo colégios eleitorais, atrapalhando colegas. “Não entendi isso. Estou viajando, trabalhando, e acontece que conheço muito gente. Tenho 40 anos na política”, explicou. Segundo o ex-secretário e pré-candidato a deputado federal, não existe voto distrital ainda. “O candidato a deputado federal pode atuar em qualquer local. Eu me dou muito bem com ele [Waldir].”

O delegado disse na última quinta-feira (29) que não só Vecci é tratado de forma diferente, como também o ex-secretário da Indústria e Comércio Alexandre Baldy (PSDB), o ex-secretário da Saúde Antônio Faleiros (PSDB) e o ex-presidente da Agência de Habitação (Agehab) Marcos Abrão (PPS), que têm algumas regalias que ele e os outros candidatos não têm.

Vecci sustenta estar trabalhando em vários locais, viajando muito, sendo que nesta sexta-feira (30) está passando por Posse e Formosa. “Não tenho vantagem nenhuma dentro do partido. Tenho trabalhado que nem um louco, viajando. Só se for essa a vantagem que eu tenho”, afirmou.

[Atualização]

A assessoria de Marcos Abrão enviou nota ao Jornal Opção Online defendendo o ex-presidente da Agehab da acusação:

A respeito da entrevista do suplente de deputado federal Delegado Waldir, o Presidente do PPS de Goiás Marcos Abrão esclarece que desde o seu desligamento do cargo de presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab) tem se dedicado à organização e expansão do PPS em todo o Estado. Afirma também que não existe ingerência na gestão do atual presidente da Agehab e muito menos realiza entrega de benefícios da Agência. Marcos Abrão ressalta que como presidente do PPS e com longos anos dedicados ao serviço público tem percorrido o Estado levando as propostas do Partido e escutando as demandas da sociedade e que o delegado Waldir goza das mesmas prerrogativas democráticas.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.