“Sobra-lhe imprópria militância política”, diz Bolsonaro após Barroso determinar abertura de CPI

Segundo presidente, decisão de Barroso em determinar abertura de CPI para investigar ações do governo no combate à pandemia foi tomada de maneira monocrática e tem o objetivo de apurar apenas as ações do Governo Federal. “Não poderá investigar nenhum governador”, lamentou

Jair Bolsonaro | Renan Accioly / Jornal Opcao

Após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luis Roberto Barroso, determinar que o Senado abrisse CPI para apurar as ações do Governo Federal durante a pandemia, o presidente da República, Jair Bolsonaro, resolveu se pronunciar sobre o assunto.

Segundo ele, a decisão de Barroso foi tomada de maneira monocrática e tem o objetivo de apurar apenas as ações do Governo Federal. “Não poderá investigar nenhum governador, que porventura tenha desviado recursos federais do combate à pandemia”, lamentou o presidente através das redes sociais.

Em seguida, completou: “Barroso se omite ao não determinar ao Senado a instalação de processos de impeachment contra ministro do Supremo, mesmo a pedido de mais de 3 milhões de brasileiros. Falta-lhe coragem moral e sobra-lhe imprópria militância política”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.