Simeyzon vê com otimismo Vanderlan no segundo turno: “Maior perspectiva de crescimento é nossa”

Deputado estadual acompanhou votação do candidato do PSB à Prefeitura de Goiânia e afirmou que rejeição ao candidato Iris Rezende cria cenário de ascenção

Enquanto acompanhava Vanderlan Cardoso (PSB) na votação no Colégio Estadual Novo Mundo na manhã deste domingo (2/10), o deputado estadual Simeyzon Silveira (PSC) comentou as perspectivas para o segundo turno. Para ele, a tendência de crescimento é do candidato do PSB, enquanto Iris atingiu um teto e não o ultrapassa.

“Todos os dados apontam que a rejeição do Iris Rezende (PMDB) é imensa, enquanto a do Vanderlan é uma das menores. Isso com certeza é um fator a ser explorado, nós entendemos que o Iris atingiu um teto”, destacou ele. “O crescimento de Iris é muito difícil justamente porque quem está indeciso e não vota nele não vota por convicção, porque já conhece muito bem seu perfil”, pontuou.

“No segundo turno a maior perspectiva de crescimento é nossa e não do Iris, que tem tendência de queda”, resumiu. Segundo Simeyzon, o segundo turno está consolidado e começa já neste domingo. “Hoje mesmo vamos começar todas as atividades do segundo turno, para nós a eleição não vai ter pausa. Nós vamos continuar com a mesma ênfase, já revendo quais as estratégias que precisam ser adotadas para o segundo turno”, disse.

Comentando o crescimento de Vanderlan durante a campanha, Simeyzon afirmou que o candidato corresponde ao perfil que o eleitor goianiense espera. “É a figura do gestor, do bom administrador, da experiência”, enalteceu. “Nós chegamos a um patamar de, em alguns trackings diários, estar à frente do candidato Iris Rezende”, destacou ele.

Simeyzon criticou os ataques de Iris à campanha de Vanderlan e disse que o eleitor terá tempo de confrontar as propostas dos dois durante o segundo turno. “Eles entraram com uma estratégia pejorativa, com uma desconstrução da figura do Vanderlan, e agora nós temos que novamente mostrar quem é o Vanderlan e qual o potencial que ele tem.”

Para ele, as perspectivas são boas. “Não tenho dúvidas de que o Vanderlan vai conseguir passar esse senso para o eleitor de que Goiânia precisa de um administrador moderno, de novas ferramentas administrativas, nós não queremos mais uma administração arcaica, centralizada”.

“Goiânia merece um modelo administrativo que tem funcionado nas grandes cidades do Brasil, que é o das regionais. Goiânia não merece ficar no tempo do atraso, precisa avançar em um novo conceito administrativo. Segundo turno vai dar a noção ao eleitor de que esse perfil inovador é o de Vanderlan Cardoso”, finalizou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.