Setor de games poderá ser beneficiado em editais do Ministério da Cultura

Projeto de deputado goiano incluiu categoria na previsão de captação de recursos nos editais de audiovisual 

Thiago Peixoto (PSD-GO) | Foto: Divulgação

O deputado federal Thiago Peixoto comemorou, nesta quarta-feira (7/2), a inclusão do setor de games nos editais lançados pelo Ministério da Cultura (MinC). Na Câmara Federal, no fim do ano passado, foi do parlamentar goiano a proposta de incorporar a área à previsão legal de captação de recursos para produção dentro da Lei do Audiovisual.

“É gratificante ver o nosso trabalho dando resultados. O setor de games é muito forte no Brasil e tem bastante potencial para crescer, por isso, nada mais justo do que ele ser incluído”, destacou.

Presidente da Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados, Thiago Peixoto participou do lançamento dos editais de audiovisual do MinC, que integram o programa #audiovisualgerafuturo, que por sua vez faz parte de um programa maior chamado pelo ministério de #culturagerafuturo. Ao todo, serão disponibilizados R$ 80 milhões para cerca de 250 projetos, que dão atenção a áreas como produção feminina e regional. É o maior volumo já disponibilizado pelos editais.

Diretamente, os games poderão captar até R$ 2,5 milhões (dez projetos), além de estarem inserido indiretamente em outros editais. “É um setor de presente, mas também de futuro. Creio que poderemos crescer ainda mais nessa área. É papel do poder público incentivar nossas startups, empresas e empreendedores. Creio que o programa cumpre bem essa função”, explicou.

O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, destacou o trabalho de Thiago Peixoto na Câmara dos Deputados e na Comissão de Cultura sobre estes e outros temas. Ele ressaltou que o parlamentar sempre foi receptivo e facilitou de maneira significativa o diálogo e as ações entre Executivo e Legislativo. “Essa parceria é fundamental para que possamos entregar resultados que têm por objetivo final favorecer a sociedade como um todo”, afirmou o ministro.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.