Servidores da Saúde decidem continuar greve com 10% da categoria

Sindicato deve entrar com pedido de suspensão da decisão da Justiça que determina que 90% dos profissionais devem continuar trabalhando

Os servidores da Saúde, que estão em greve há quase duas semanas, decidiram em assembleia realizada na manhã desta sexta-feira (24/4) acatar a decisão da Justiça que determinou que 90% da categoria deve continuar trabalhando.

O Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Único de Saúde (Sindsaúde) informou, porém, que deve entrar com pedido de suspensão da decisão.

Segundo o Sindsaúde, a determinação da Justiça seria inconstitucional, pois a lei prevê que, para uma greve ser considerada legal, a quantidade de servidores que teriam que continuar em exercício seria de 30% do total.

Os trabalhadores foram notificados da decisão judicial após reunião realizada na tarde da última quinta-feira (23) com representantes da prefeitura e do Ministério Público. O sindicato afirmou que tem cumprido a lei desde o início da paralisação e que 30% dos oito mil e quinhentos trabalhadores do município continuam trabalhando.

Deixe um comentário