O servente de pedreiro Reidimar Silva, que confessou ter matado a adolescente Luana Marcelo em novembro de 2022, disse à polícia que matou outra adolescente em 2019, Thaís Lara. Na manhã desta quarta-feira,11, depois de 3 horas de trabalho, a polícia encontrou um corpo que pode ser o da garota.

As investigações continuam. Enquanto isso, a ossada encontrada vai ser encaminhada para exame de DNA que comprovará se os restos mortais são da garota desaparecida. O laudo da polícia ainda deve explicar a forma com a menina foi morta e comprovar se houve abuso sexual.

A investigação sobre o sumiço de Thaís foi reaberta pela Polícia Civil depois de serem notadas semelhanças com a morte de Luana Marcelo. Thaís estava desaparecida há três anos. Ela sumiu depois de ir a uma feira do Setor Madre Germana II, mesmo bairro em que Luana Marcelo desapareceu ao ir à padaria. Na época, Thaís tinha apenas 13 anos.