Em 7h, ministro da Justiça e Segurança Pública conseguiu 225 mil seguidores

O ministro da Justiça e Segurança Pública entrou no Twitter para falar sobre pacote anticrime. Sérgio Moro, homem forte do governo Bolsonaro, aderiu ao microblog por volta de 11h desta quinta-feira, 4, e, até às 18h, já havia feito sete postagens e acumulado 225 mil seguidores.

A adesão já é o assunto mais falado da rede social. “Olá, bom dia, há muitas páginas de apoio e até alguns perfis falsos, mas este twitter é meu mesmo, Sergio Moro”, disse em sua primeira postagem

https://twitter.com/SF_Moro/status/1113797489562460160.

Claro, que além das boas vindas, houve também quem aproveitasse para alfinetar. “Se o Twitter é seu mesmo, responde pra gente cadê o Queiroz, ministro?”, disse um internauta. Já outro: “Responde pra nós onde está o Celso Daniel e de porque ele foi parar lá!”.

Adesão

Segundo o ministro, ele resolveu aderir ao Twitter “pois é um instrumento poderoso de comunicação. A ideia é divulgar os projetos e as propostas do Ministério da Justiça e Segurança Pública”.

Apesar disso, ele afirmou que “nem sempre poderei estar por aqui, pois o trabalho é intenso, mas quando possível darei informações sobre as ações do Ministério”.

Nas demais postagens ele ainda falou sobre o desejo de explicar o projeto de lei anticrime; retuitou um tuíte do Ministério da Justiça e Segurança Pública; e postou uma foto pessoal para provar que o microblog era de fato seu. Confira: