Senadores acreditam que declarações de Dominguetti foram orquestradas para tirar Dias do MS e desmoralizar Miranda

O vendedor de vacinas prestou depoimento a CPI da Pandemia.

Dominguetti tentou incriminar Luis Miranda com suposto áudio enviado pelo deputado.

Na manhã desta quinta-feira, 1, o representante da empresa Davati Medical Supply e também policial militar, Luiz Paulo Dominguetti, compareceu a CPI da Covid para depor. Durante a sessão, ele reafirmou a oferta de propina de US$1 proposta pelo exonerado do Ministério da Saúde, Roberto Dias, e tentou difamar o deputado Luis Miranda (DEM-DF) exibindo um áudio que teria sido mandado por ele.

No áudio mostrado por Dominguetti, entende-se que Miranda está tentando comprar um produto farmacêutico que o vendedor afirmou ser as vacinas AstraZeneca. Contudo, o deputado alegou que o áudio era do ano passado e que a negociação não se referia a vacinas. Ao ser questionado sobre a veracidade do conteúdo, Dominguetti recuou e disse não ter mais certeza sobre o que eram as negociações que estava tratando com Miranda. Com isso, os senadores estão supondo que a declaração de Dominguetti foi plantada para despedir Dias do MS e desmoralizar Miranda.

Desde o ano passado, o governo estaria querendo tirar Dias do cargo de diretor do departamento de Logística do MS devido a irregularidades presente em um contrato em que o mesmo teria feito para comprar testes de Covid-19. Porém, por estar sofrendo pressões dos parlamentares, o presidente Bolsonaro não teria dado o aval para que a demissão fosse feita. Com a denúncia de propina, o governo teve um argumento absoluto para exonerar Dias sem que houvesse a consulta de seus padrinhos políticos.

No caso Miranda, a declaração de Dominguetti seria uma tentativa de incriminar e recuar o deputado após as declarações dadas por ele a CPI da Covid, em que afirmava que o presidente Bolsonaro sabia das irregularidades nas negociações da compra da vacina Covaxin. Essa declaração levantou suspeitas de corrupção por parte do próprio presidente.

O celular de Dominguetti foi apreendido e será levado a perícia para análise da veracidade do conteúdo exibido.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.