“Senador Caiado sempre foi um cumpridor das leis”, diz José Nelto

Deputado estadual pelo PMDB sai em defesa de Ronaldo Caiado depois de diretor da CUT Goiás sugerir que o senador “queria, na verdade, o retorno da escravidão”

Foto: Reprodução/Facebook

Foto: Reprodução/Facebook

O deputado estadual José Nelto (PMDB) viu como “no mínimo inadequada”, a fala do ex-deputado e presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) em Goiás, Mauro Rubem (PT) que, na última sexta-feira (15/7), sugeriu em entrevista que o senador Ronaldo Caiado (DEM) gostaria que houvesse o retorno da escravidão.

Em entrevista ao Jornal Opção, Nelto saiu em defesa do senador. “Eu acho que o ex-deputado só pode estar brincando porque o Caiado sempre respeitou as leis, a liberdade de expressão, o direito de ir e vir, então essa fala é no mínimo inadequada e o ex-deputado foi infeliz nessa declaração”. O peemedebista ressaltou ainda a incoerência na fala de Mauro Rubem que até pouco tempo estava ao lado do senador pela não privatização da Celg.

Na última sexta-feira (15/7), Mauro Rubem defendeu que não existe crime cometido pela presidente afasta Dilma Rousseff (PT) e que, por isso, espera que os senadores, principalmente os goianos, mudem de ideia em relação ao impeachment. Ele, porém, acrescentou dizendo que um dos representantes de Goiás no Senado Federal não deve mudar de posicionamento. “O senador Caiado aceita as 80 horas propostas pelo CNI. Caiado queria, na verdade, o retorno da escravidão em Goiás Velho”, alfinetou o ex-deputado.

Sobre o processo de impeachment, o deputado estadual José Nelto disse que Ronaldo Caiado vota com consciência e que “tomou uma posição política em favor do Brasil”. “O impeachment é um processo político. É um direito legal segundo a Constituição, para defender o povo do populismo, da demagogia e da falta de governabilidade de uma presidente que não era da República, mas sim de um partido político”, arrematou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.