Sefaz prepara terreno para aderir imediatamente à reforma da previdência federal

Secretária destaca que a adesão trará impactos positivos para as contas do Estado

Foto: Ludmilla Morais/Jornal Opção

 

A secretária da Fazenda, Cristiane Schmidt disse ao Jornal Opção que Goiás pretende aderir à Reforma da Previdência, assim que ela for aprovada em nível federal. Para isso, ela garante já estar “preparando o terreno”.

Segundo a titular, a ideia é trazer algum especialista para fazer um diagnóstico da situação do Estado e avaliar as condições. “Mesmo aderindo à Lei Federal, temos que pensar Goiás a longo prazo, quero que ele se sustente ao longo do tempo”, afirma.

De acordo com ela, assim que passar os turbilhões do início do mandato do governador Ronaldo Caiado (DEM), a Sefaz pretende divulgar dados dos impactos positivos que a reforma pode trazer para as contas de Goiás.

“É fundamental que tenha essa reforma a nível federal e, depois, estadual. Não existe almoço grátis, vamos ter que passar por um período de contenção de despesas e ajustes”, considera.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, tem dito que conta com a ajuda dos Estados para aprovar a matéria. Na quarta-feira, 30, o Governo Federal saiu a campo para garantir o apoio de governadores e prefeitos.

Caiado participou, também, por videoconferência de encontro com o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, para discutir o tema.

Se a pauta for aprovada e sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), as UFs podem aderir imediatamente, ou fazer a própria reforma em um prazo de seis meses, ou aguardar o fim do prazo para, automaticamente, entrarem na reforma.

Uma resposta para “Sefaz prepara terreno para aderir imediatamente à reforma da previdência federal”

  1. Avatar Aurora Rosa Guedes disse:

    E os comissionados do Tce? Vão continuar como estão?promessa do governador Caiado foi demiti los

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.