Presidente da CEI da Educação e 30 alunos estiveram no órgão a fim de discutir fechamento de turmas do Eaja

Secretário de Educação será convocado a dar esclarecimentos no MP
Vereadora Sabrina Garcêz | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

A vereadora Sabrina Garcêz (PTB), ao lado de 30 alunos da modalidade de Educação de Adolescentes, Jovens e Adultos (Eaja), se reuniu, na tarde desta sexta-feira, 12, com a promotora Maria Bernadete, no Ministério Público de Goiás (MPGO). A pauta: o fechamento de 20 turmas do EAJA.

Segundo a parlamentar, no encontro ficou acertado que o MPGO convocaria o secretário municipal de Educação, Marcelo Ferreira da Costa, para esclarecimentos até o próximo dia 20. Sabrina afirma que a justificativa tem sido a inviabilidade econômica, pois haveria dificuldades em manter turmas com menos de 20 alunos.

Recondução

Em nota enviada esta semana ao Jornal Opção, a SME informou que não houve fechamento de turmas na modalidade Eaja, “mas uma recondução de alunos após abertura do período de matrículas. A Pasta aponta fazer ajustes nos espaços com pouca demanda e, visando otimizar o atendimento, procedeu com a transferência dos estudantes neles matriculados para unidades escolares próximas”.

Ainda segundo a SME, o remanejamento foi feito sem prejuízo aos alunos atendidos, “tendo em vista que as aulas são oferecidas em unidades escolares adequadas para sua oferta. A Pasta frisa, inclusive, que a rede possui mais de 300 salas direcionadas para Eaja em funcionamento, dotadas de estrutura que proporcionam a vivência pedagógica planejada para a modalidade”.

Porém, a vereadora Sabrina Garcêz afirma que são alunos de alfabetização, com níveis diferentes entre 1º e 9º ano, e que realoca-los todos em uma mesma sala comprometeria o aprendizado. “O secretário será chamado para dar explicações técnicas e se essa não servir, o MPGO deve mover uma ação. Se não, nós moveremos”.