Sebrae Goiás lança plataforma online de diagnóstico técnico para micro e pequenas empresas

Serviço gratuito é automatizado e gera relatório imediato sobre todas as áreas  da empresa. Diretor da entidade defende ser um trunfo entre as medidas de apoio aos empresários

Reprodução

Na constante busca por potencializar pequenos negócios, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Goiás (Sebrae-GO) lançou, neste mês, uma ferramenta online que oferece a empresários a possibilidade de análise completa sobre suas empresas. Gratuito, o “Raio-X” empresarial facilita a vida de gestores, que podem utilizar a plataforma como forte aliada para atingir o sucesso.

Wanderson Portugal Lemos, diretor-técnico Sebrae Goiás | Foto: divulgação

Movimentos econômicos, planejamento interno e controle financeiro: essas são apenas algumas das preocupações diárias de um gestor de micro ou pequeno negócio. Em um mercado cada vez mais competitivo, com tarefas que se acumulam, não basta ser bom administrador, é necessário estar amparado por boas ferramentas. E, nesse sentido, o Sebrae dá vida ao Raio-X.

Com acesso prático, em apenas alguns cliques o interessado no serviço é direcionado para um questionário online. Quando chegar nessa etapa o empresário irá responder, de forma simples e objetiva, 78 questões de múltipla escolha, contemplando áreas como Finanças, Planejamento, Marketing, Inovação e Gestão de Pessoas. Para completar todo o processo o empresário precisará investir uma hora de tempo, recebendo imediatamente um relatório completo sobre seu negócio.

O diretor-técnico da entidade, Wanderson Portugal Lemos, explica: “ Ele, ao responder às perguntas, irá receber pontualmente orientações para resolver o seu problema e, mesmo no final, um relatório completo dos indicadores da sua empresa em relação a outras empresas que participarem do ‘Raio X Sebrae’ no Estado de Goiás”.

Da crise ao sucesso 

Empresária Suzana Guimarães, proprietária da Su Gourmet confeitaria | Foto: arquivo pessoal

A empresária Suzana Guimarães conta que em 2016, auge da crise econômica, que ainda é sentida pelo país, começou a procurar formas de gerar renda, encontrando como alternativa a venda de bolo no pote para amigos e familiares. “Logo eles começaram incentivar que eu começasse a fazer torta para comemorações deles. Comecei com a cara e a coragem, chorei muito, perdi varias noites de sono pensando se iria dar certo”, relata Suzana, que abriu sua confeitaria após três do inicio da atividade despretensiosa.

Agora com uma estrutura em crescimento, Suzana intensificou os cuidados junto à gestão de sua confeitaria, com pouco mais de oito meses de funcionamento. “Frequentamos a Igreja Nossa Senhora Assunção, onde conhecemos a pastoral do empreendedorismo, com oficinas do Sebrae. E sempre fico atenta no site do Sebrae, faço os cursos onlines. No inicio do mês vi que iria ter uma palestra da Ana Tex. Participamos e lá falou-se do Raio-X, fiquei super curiosa para fazer”, conta a empresária, que descreve a experiência: “É super simples, levei 10 min para responder o questionário sem nenhuma dificuldade”.

Precisão da plataforma 

Outro empresário que soube da plataforma e realizou o Raio-x é arquiteto Adriano Alves, sócio de um empresa de prestação de serviços na área da construção civil. Adriano conta que quando soube do novo serviço se interessou de imediato. “O acesso foi bem simplificado, de fácil interpretação das perguntas e não gerou nenhuma dúvida”, relata o arquiteto, que pontua: “No momento das respostas é importante ser fiel, seguindo cada passo a passo com atenção, para obter um resultado preciso”.

Adriano Alves, sócio diretor da Casa Terra Construtora | Foto: arquivo pessoal

Após 30 minutos respondendo o questionário o relatório: “Os resultados apontados foram precisos sobre nosso momento atual. Nós identificamos que devemos focas nossos esforços na gestão estratégica de pessoas, presença digital e planejamento estratégico de marketing”.

Outra empresária que destaca a precisão do serviço é Gismary Araújo, que lidera uma empresa de decoração. Segundo a gestora, o tempo de resposta do questionário é um pouco longo, mas justifica: “A medida que eu fui fazendo percebi que era necessário para um diagnóstico de toda a empresa”.

Sobre o resultado, Gismary relata: “Algumas áreas eu não sabia como estavam e pelo Raio-X eu consegui enxergar. Foram mudanças recentes e que já me deram resultados positivos. Algumas áreas que eu achei que estava totalmente bem eu descobri que eu podia melhorar”,

Gismayre e a Sócia Maria Aparecida de Abreu | Foto: arquivo pessoal

“É uma ferramenta que de fato serve como termômetro para as empresas”, relata a empresária.

Guinada 

A partir dos resultados, o empresário tem a possibilidade de executar as modificações sugeridas no relatório: instrução sobre investimentos e melhorias na área de comunicação interna são duas das várias indicações que o administrador terá caminhos para se adaptar.

A empresária Raphaela Castro, proprietária de uma empresa de escritórios compartilhados, conta que ela e sua sócia chegaram ao mercado há sete anos, encontrando dificuldades que foram sendo sanadas. ‘Para nós no início a maior dificuldade era a difusão do conceito de economia compartilhada e do meu segmento. Hoje o conceito está bem mais difundido”, afirma Raphaela.

Raphaela Castro, empresária | Foto: arquivo pessoal

Agora com um mercado mais estável que há sete anos, a empresa trilha caminhos atentos aos cursos e ações do Sebrae, conta a administradora. Assim como os demais empresários ouvidor, Raphaela soube a ferramenta a partir de uma ação da entidade, no caso dela o Empretec.

A empresária destaca as possibilidade oferecidas pelo Raio-X. “Nele percebi que tem um item da minha gestão de custo que estava fraco e eu não tinha percebido isso antes, partindo disso, consegui mudar toda a minha estratégia e ser mais assertiva. Outro exemplo foi me ajudar a decidir investir em uma área q eu já tinha a intenção e o diagnóstico validou para mim”, detalha a gestora.

Derly Fialho, diretor-superintendente do Sebrae Goiás | Foto: divulgação

Para o diretor-superintendente do Sebrae Goiás, Derly Fialho, a ação é fundamental para que o Sebrae cumpra sua missão de forma ainda mais assertiva. “A gente precisa entender, conhecer e estudar  para atender às empresas da maneira correta. E o ‘Raio X Sebrae’ vai proporcionar isso, um melhor entendimento do negócio. O próprio empresário, tendo noção das deficiências que têm em sua gestão, poderá gerir melhor a sua empresa”, afirma Derly.

Para participar do Raio X Sebrae

  • Acesse raiox.sebraego.com.br
  • Preencha o cadastro com os dados pessoais e da empresa
  • Responda às perguntas
  • Ao finalizar, leia atentamente as recomendações do Sebrae (feedback) e analise pontos críticos, moderados e confortáveis
  • Reflita sobre o que pode ser melhorado e/ou potencializado em sua empresa
  • Caso queira, entre em contato com o Sebrae (www.sebraego.com.br ou 0800 570 0800) para agendar atendimento online (a distância) ou presencial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.