Sara Winter anuncia que pedirá nulidade de atos da CPMI das Fake News

Bolsonarista argumentou que informações fornecidas contra ela foram repassadas por integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL), Alessander Mônaco Ferreira e Carlos Augusto de Morares Afonso

A militante bolsonarista Sara “Winter” comunicou neste domingo, 12, que entrará com pedido de anulação de todos os atos da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News e do Supremo Tribunal Federal (STF) nas investigações em que ela é citada.

Sara argumentou que as informações fornecidas contra ela foram repassadas por integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL), Alessander Mônaco Ferreira e Carlos Augusto de Morares Afonso, conhecido como Luciano Ayan. 

“Diante das gravíssimas denúncias do Ministério Público de São Paulo (…), a defesa de Sara Winter informa que irá requerer imediatamente a nulidade de todos os atos oriundos daquela CMPI e do aludido ‘blogueiro’ e membro do MBL, e seus imediatos arquivamentos”, diz a nota enviada pela defesa de Sara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.