São Simão recebe investimento de R$ 49 milhões para serviços de saneamento integrado

Município vai receber obras de modernização e expansão dos sistemas de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgotos e tratamento e destinação final dos resíduos sólidos urbanos

Serão investidos, em São Simão, ao longo de 35 anos, cerca de R$ 49 milhões para a modernização e expansão dos sistemas de abastecimento de água. Coleta e tratamento de esgotos e destinação final dos resíduos sólidos urbanos da cidade também serão contemplados. Cerca de 20 mil pessoas serão beneficiadas.

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), participou do leilão de concessão integrada dos serviços de saneamento básico em São Simão. Presente ao leilão, realizado na B3, em São Paulo (SP), a secretária de Fomento e Parcerias com o Setor Privado do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), Verônica Sánchez, ressaltou que o leilão é resultado da aprovação do novo Marco Legal do Saneamento, que prevê metas de investimentos e universalização dos serviços de tratamento de água, esgoto e resíduos sólidos urbanos.

“Este é um momento mágico para a nossa cidade. Peguei este projeto em andamento, mas abracei a causa porque entendi que esses investimentos vão trazer mais saúde e qualidade de vida à nossa população. A nossa intenção é atender todos os anseios da população e os requisitos ambientais necessários para que possamos levar água e saneamento de qualidade à nossa cidade”, afirmou o prefeito de São Simão, Assis Peixoto.

O Consórcio São Simão Saneamento deverá investir em infraestruturas que possibilitem a melhoria dos serviços prestados, de forma a garantir mais qualidade de vida e saúde à população, com alcance de 100% do tratamento de esgoto na área urbana.

O projeto de concessão, estruturado pelo município em parceria com o Fundo de Apoio às Concessões e Parcerias (FEP) da Caixa Econômica Federal e apoiado pelo MDR, prevê, ainda, a criação de um aterro sanitário e de instalações para a triagem dos resíduos sólidos urbanos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.