Sábado eclético no Canto da Primavera 2015

O sábado do Canto 2015 mostrou que existe jazz, música popular, reggae e samba de qualidade em Goiás

Foram poucas cadeiras para a quantidade de pessoas que passaram o último sábado (13/12) no Canto da Primavera 2015, em Pirenópolis.

Todas as laterais do Teatro Sebastião Pompeu de Pina e do Cine Pireneus foram invadidas por uma multidão que dançou junto às seis bandas que se apresentaram no festival. Foram vários estilos misturado:, reggae, música erudita e popular, jazz, baião e samba.

O público ficou em silêncio quando a banda EROTORI entrou no palco com uma performance cênica. Formada em 2011 na cidade de Pirenópolis, o objetivo do grupo é pesquisar a performance musical, em busca de diversos estilos formadores da cultura brasileira, com forte influência do bumba-meu-boi do Maranhão.

“É preciso que mais artistas se apresentem em festivais de música. Ajuda a banda e faz com que mais pessoas conheçam o trabalho que determinado grupo”, conta a vocalista Paula de Paula.

Antes de EROTORI, a Brasil In Trio, banda que irá representar o Brasil em apresentações especiais no final do ano em Paris, a Braza Duo, a Bandida Codá e o cantor Pádua se dividiram entre o teatro e o entroncamento. Com trabalho autoral que alia diferentes gêneros da música brasileira, já o grupo Arawaks transformou o Cine Pireneus em um baile de reggae.

Programação

O Canto da Primavera 2015 termina neste domingo (13) com a apresentação de três bandas no Cine Pireneus. Surgida em 2009, a banda Versário promete reviver as principais influências que permeiam o grupo: AC/DC, Led Zeppelin, Pearl Jam, e Beatles. O rock contagia o domingo também com o Lobinho e os 3 Porcão, grupo de punk formado em 1988.

Para encerrar a maratona de shows que roteirizaram o Canto 2015, a goiana Mugo fecha o festival com um metal moderno, um dos mais reconhecidos do País. Após um pequeno hiato, a banda voltou a se apresentar em 2014 e atualmente faz shows em festivais de todos os cantos do Brasil. O grupo é um dos maiores exemplos de crescimento e ascensão da produção de música independente de Goiás.

Ao longo de cinco dias mais de 20 bandas de apresentaram no Canto da Primavera 2015. Pessoas de todas as idades e regiões tiveram a oportunidade de conhecer grupos regionais de diferentes estilos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.