Rússia ameaça deixar astronauta americano no espaço

O americano Mark Vande Hei está há 355 dias na Estação Espacial Internacional e deve retornar à Terra em uma nave russa ao final de março

Mark Vande Hei | Foto: Bill Stafford e Robert Markowitz / Domínio Público

De acordo com o canal ABC, Dmitry Rogozin, chefe da agência espacial russa, ameaçou abandonar o astronauta americano Mark Vande Hei no espaço após sanções econômicas dos Estados Unidos contra a Rússia pela invasão da Ucrânia. Vande Hei está há 355 dias a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS) e deveria retornar à Terra em uma nave da agência espacial russa Roscosmos.

Em suas redes sociais, Rogozin tem publicado série de piadas, ironias e escarnecimento contra os aliados da Ucrânia. O veículo noticioso controlado pelo governo russo RIA Novosti publicou um vídeo no Telegram feito pela Roscosmos, onde os cosmonautas se despedem de Mark Vande Hei na ISS, partem e, em seguida, sem o astronauta americano. Veja o vídeo: 

A ISS é um laboratório que orbita a Terra há mais de 20 anos e é mantido em colaboração internacional entre EUA, Rússia, Japão, Europa e Canadá. Mark Vande Hei é a pessoa que passou mais tempo a bordo da estação e o segundo ser humano a passar mais tempo no espaço. 

O astronauta Scott Kelly, que passou 340 dias na estação, condenou a ameaça russa. “É inimaginável que o programa espacial russo abandone no espaço alguém que eles têm a responsabilidade de trazer para casa. Não vejo isso acontecendo”, disse ele, que trocou farpas com Rogozin nas redes sociais. “Mesmo assim, talvez eles façam isso. Eu não sei”. 

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou no fim de fevereiro que ia barrar a exportação de itens de alta tecnologia para o país do Leste Europeu, para afetar a indústria aérea e o programa espacial russo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.