Ronaldo Caiado se manifesta contra as novas penitenciárias em Aparecida de Goiânia

“Não vão implantar mais um presídio em Aparecida”, afirma o deputado

foto

Daniel Vilela (PMDB), Maguito Vilella (PMDB) e Ronaldo Caiado (DEM) | Foto: Divulgação

O candidato ao Senado Ronaldo Caiado (DEM) se manifestou contrário à instalação de novos presídios em Aparecida de Goiânia. As declarações do democrata foram feitas na noite desta sexta-feira (25/7), durante a inauguração do comitê do candidato a deputado federal Daniel Vilela (PMDB). Caiado defende que no lugar das penitenciárias sejam instalados escolas, universidades, indústrias e comércios. “Não vão implantar mais um presídio em Aparecida. Nesta briga estaremos todos juntos”, afirma.

Continuando seu discurso, Caiado prometeu que se eleito ajudará a resolver os problemas financeiros enfrentados pela Celg. “Chegando ao Senado serei líder da minha bancada e abraçarei a luta para trazer a Celg de volta. Vou enfrentar o governo federal se for preciso. Sei jogar o jogo parlamentar e fazer valer o mandato que os goianos me concederem”, garantiu.

Ao discursar, Daniel Vilela afirmou que Aparecida é carente de atenção por parte do governo do Estado e que o município precisa de um Instituto Médico Legal (IML). Segundo ele, o IML era uma promessa que não foi cumprida pelo governador aos aparecidenses. “O governo promete coisas a Aparecida há 16 anos, não entregou nada e agora tem a cara de pau de pedir mais quatro anos. Agora quer trazer o presídio para Aparecida como se a cidade fosse depósito de criminosos”, afirmou.

Iris Rezende (PMDB) também estava na inauguração. O candidato ao governo aproveitou a oportunidade para alfinetar o governador do Estado Marconi Perillo (PSDB): “O povo sentiu que do jeito que está não pode continuar. A saúde está o caos, a Segurança Pública também. Parece que quem governa são os criminosos”, afirmou.

Deixe um comentário