Ronaldo Caiado diz que chapa governista “está enclausurada no Palácio das Esmeraldas”

De acordo com o democrata, a coligação da qual faz parte conseguiu construir uma identidade diferente no Estado

Foto: Edenilso Silva

Foto: Edenilso Silva

Dando continuidade à série de ataques ao governo do Estado, o candidato ao Senado Ronaldo Caiado (DEM) disse nesta sexta-feira (18/7) em Goiatuba, que o diferencial de sua coligação, Amor por Goiás, encabeçada por PMDB, DEM e SDD, com relação à chapa governista, é o respeito recebido pelos goianos por onde passa. “Temos candidatos que podem andar junto ao povo de cabeça erguida, enquanto a outra candidatura está enclausurada no Palácio das Esmeraldas”, afirmou.

De acordo com o democrata, a coligação da qual faz parte conseguiu construir uma identidade diferente no Estado. “O (candidato a vice-governador) Armando Vergílio é um homem respeitado e que comanda o SDD nacionalmente. Trouxemos vários partidos e construímos uma aglutinação de forças.”

Já Armando Vergílio retribuiu as declarações dizendo que Caiado é uma referência de coerência e competência. É o maior articulador que temos na Câmara Federal. Para mim é uma honra pedir votos para ele.”

Iris declarou na ocasião que as reuniões com as lideranças são o foco no início da campanha. “Quando o exército vai entrar na batalha, primeiro ele reúne seus líderes e estes preparam o espírito dos soldados para a batalha”, comparou. “Sempre acreditei na democracia exercida pelos idealistas.”

Mais uma vez, Caiado, que é medico ortopedista, focou na questão da saúde para criticar o governo estadual. Ele citou como exemplo o fato de muitos moradores de Goiatuba contribuírem mensalmente com o Ipasgo e, no momento de utilizar o serviço, não ter o retorno que deveria.

“Hoje os contribuintes de Goiatuba depositam a mensalidade para o Ipasgo mas 98% dos recursos vão apenas para Goiânia. Está tudo concentrado nos hospitais de lá. O que se arrecada aqui em geral retorna para a cidade?”, questionou ao defender melhor distribuição dos recursos entre os municípios. “Iris e eu vamos mudar esse cenário, se Deus quiser.”

Fazendo analogia a uma declaração anterior, quando disse que o governo não cumpre a maior parte dos feitos que divulga em outdoors, o democrata disse que governador “não é para fazer propaganda personalista”. “Tem de ter experiência e seriedade como Iris, cuja principal marca é a confiabilidade. O que ele diz que vai fazer ele faz”, disse. “Hoje são tantas ordens de serviço que não cabe em um caminhão”, criticou.

Deixe um comentário